Documentário · Uncategorized

O DOCUMENTÁRIO E O DISPOSITIVO

O DOCUMENTÁRIO E O DISPOSITIVO NAS EXTREMIDADES DO VÍDEO: ESTUDOS EM CAO GUIMARÃES – Felipe Ferreira Neves

 

 

Uncategorized

Culture jamming e YouTube Poop

Segundo Tarcisio Torres Silva pesquisador e professor da PUC-Campinas:

“a prática do culture jamming se dissemina em mídias impressas e digitais. Esse movimento surgiu em meados dos anos 90 e se constitui como prática de interferência em anúncios publicitários de forma a gerar ruídos nas mensagens veiculadas pelas grandes corporações. Consiste em parodiar anúncios e marcas e satirizar o poder dos meios de comunicação ao fazer com que estes produzam comentários negativos sobre si próprios. A ideia por trás do nome é “congestionar a cultura”, numa alusão ao momento em que se bloqueia determinado tipo de comunicação para se fazer refletir sobre ela.

https://en.wikipedia.org/wiki/Culture_jamming

https://subscribe.adbusters.org

Adbusters: ABTV

https://www.youtube.com/user/adbusters/videos?disable_polymer=1

 

YouTube Poop[1] (muitas vezes referido como YTP) é um tipo de mashup em vídeo, criado editando fontes de mídia pré-existentes para efeitos de humorentretenimentochoque e/ou confusão[2]. Vídeos YouTube Poop são tradicionalmente enviados para o site de compartilhamento de vídeo YouTube, mas pode ser espelhado ou carregado em outros sites de compartilhamento de vídeo.[3] O conteúdo é adulto às vezes.

 

https://www.youtube.com/watch?v=NGOV4W4V72g

Uncategorized

Musicless ou Clipe sem música

Você já viu algum vídeo clipe sem música?

(Exercício de Foley)

No lugar da música, os sons de passos, portas se abrindo, objetos caindo, água, animais, gritarias, etc… tudo o que a cena mostra é realçado em estúdio pela técnica de Foley.

 

outros links:

https://www.youtube.com/results?search_query=musicless+music+video

Edição · Uncategorized

Mashup, Scratch vídeo ou Remix

 

Um mashup ou mescla.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Mashup

Scratch vídeo

Scratch video foi um movimento de videoarte britânico que surgiu no início da década de 1980. Caracterizou-se pelo uso de imagens encontradas, cortes rápidos e ritmos multicamadas.

https://en.wikipedia.org/wiki/Scratch_video

Remix de vídeo

https://pt.wikipedia.org/wiki/Cultura_do_remix

Cultura do remix é um termo criado da Teoria da Comunicação o que representa uma sociedade acostumada a compartilhar, transformar e editar obras previamente conhecidas e protegidas por direitos autorais. A prática não é só presente na música, mas também na produção audiovisual e literária, utilizando da popularização dos recursos de produção de conteúdo e da facilidade de divulgá-los através das plataformas na internet.

O livro “Remix”,[1] de Lawrence Lessig, publicado em 2008, descreve o processo como uma evolução em relação à cultura do “read only”, em que um pequeno grupo de produtores (gravadoras, estúdios, emissoras, etc) é responsável pelo consumo da massa, ou seja, uma evolução da cultura de massa. O mundo do remix tem como principal diferença a diminuição ou a ausência da permissão do autor original para consumir e modificar o produto cultural.

 

Uncategorized

Proporção de Aspecto

Relação de aspecto (.Pdf)

Formato de Tela e Relação de Aspecto. A relação de aspecto (Aspect Ratio) de uma imagem, é a relação que existe entre a sua largura e altura. A sua apresentação é normalmente x:y, onde x é a largura (horizontal) e y a altura (vertical).
Site para calcular a relação.
Referências
numa-camera-digital/