Documentário · Uncategorized

O DOCUMENTÁRIO E O DISPOSITIVO

O DOCUMENTÁRIO E O DISPOSITIVO NAS EXTREMIDADES DO VÍDEO: ESTUDOS EM CAO GUIMARÃES – Felipe Ferreira Neves

 

 

Documentário

Web documentário

Um documentário da Web, um documentário interativo ou um documentário multimídia é uma produção documental que difere das formas mais tradicionais – vídeo, áudio, fotografia – ao aplicar um conjunto de ferramentas multimídia em rede.

Veja mais:

http://webdocumentario.com.br

exemplos:

http://riodejaneiroautorretrato.com.br/dev2011/Content/Swf/index_portugues.html

prisonvalley.arte.tv/

http://www.foradaescolanaopode.org.br

Documentário

DZIGA VERTOV: MANIFESTOS (1919-1923)

 

fontes:

http://www.contracampo.com.br/01-10/dzigavertov.html

http://www.contracampo.com.br/01-10/vertovinventor.html

http://www.rua.ufscar.br/dziga-vertov-um-cineasta-e-sua-revolucao-particular/

00 – Nós — Variações do Manifesto – 1922

01 – Kinoks Uma Revolução – 1923

02 – Vertov Inventor

 

 

 

 

 

Cinema · Documentário · Filme-ensaio

Pensando o Found Footage no Documentário

Artigos e filmes que trabalham com Found Footage no Documentário.

 

FOUND FOOTAGE E DOCUMENTÁRIO: CONSTRUÇÕES E DIMENSÕES DA IMAGEM
Sabrina Tenório Luna da Silva 

http://www.doc.ubi.pt/13/dossier_sabrina_silva.pdf

 

Subjetividade, arquivos familiares e found footage no documentário brasileiro contemporâneo. Sabrina Tenório Luna da Silva 

http://www.asaeca.org/aactas/tenorio_luna_da_silva__sabrina_-_ponencia.pdf

 

Blog´s · Documentário · Livros

Cineastas e Imagens do Povo (1985) – Jean-Claude Bernarde

A partir da última década do século XX, o cinema documentário ressurgiu com força e recuperou prestígio no Brasil, tornando-se um gênero cultuado pela nova geração de realizadores. A reedição de Cineastas e imagens do povo, publicado originalmente em 1985 pela editora Brasiliense, permite compreender melhor as tendências recentes e as inovações do cinema brasileiro contemporâneo, em diálogo com a tradição.
O múltiplo Jean-Claude Bernardet – crítico, professor, pesquisador, historiador, escritor, roteirista, ator e cineasta – parte da linguagem dos filmes para analisar os conflitos ideológicos e estéticos dos cineastas na sua relação com a imagem do povo. O autor estuda filmes como Viramundo, de Geraldo Sarno, ABC da greve, de Leon Hirzman, Opinião pública, de Arnaldo Jabor, Aruanda, de Linduarte Noronha, Porto de Santos, de Aloyisio Raulino, Greve, de João Batista de Andrade, e Subterrâneos do futebol, de Maurice Capovilla, entre outros.
Bernardet também comenta filmes que se relacionam com os documentários analisados, como Barravento e Terra em transe, de Glauber Rocha, Garrincha, alegria do povo, de Joaquim Pedro de Andrade, Memórias do cárcere e Vidas secas, de Nelson Pereira dos Santos.
Cineastas e imagens do povo ultrapassa seu objetivo inicial e propõe uma formulação teórica sobre o cinema brasileiro como um todo. Esta reedição atualizada inclui também filmografia inédita e novos ensaios, sobre Cabra marcado para morrer, de Eduardo Coutinho, Os anos JK, de Sílvio Tendler, O homem que virou suco, de João Batista de Andrade, entre outros filmes.

Blog do Bernardet

http://jcbernardet.blog.uol.com.br/